*Atualizado em 18 de abril de 2017

Entramos em 2017 e o marketing digital segue em alta no mercado. No início do mês falamos sobre as principais tendências do e-commerce para esse ano, mas além disso, achamos importante aprofundar esse assunto voltando-se para as mídias; afinal de contas, através delas você pode divulgar seu produto/serviço e relacionar-se com o público.

As redes sociais apontam o caminho a seguir. No entanto, antes era mais simples, com as lojas e marcas publicando em canais como sites e blogs e depois compartilhando nas redes o mesmo conteúdo. Isso ainda é feito com certo peso e relevância, mas existem vários canais, e hoje a tendência é que cada um deles requer conteúdos específicos e uma abordagem particular.

Aliás, é no conteúdo que muitos e-commerces estão apostando, e chegou a hora da consolidação. Confira abaixo as mudanças previstas para este ano nas redes sociais e prepare o seu negócio.

Facebook

Em 2017 o Facebook continua sendo a plataforma social mais popular, e no Brasil essa tendência segue. Prova disso é que haverá melhorias para soluções de compras online em sua página original e também no Messenger. Para completar, há testes sendo feitos para um recurso que permite às empresas criarem páginas para marcar os seus produtos. Desse modo, quando clicar em um produto tagueado, o usuário acessa uma página dedicada a ele como se fosse uma landing page.

twitterTwitter

Essa rede deve apostar na parceria com a TV, o que pode ser conhecido como o Social TV, com novas maneiras para assistir a conteúdos ao vivo. Em setembro do ano passado, durante o jogo de futebol americano Bills X Jets, ocorreu a primeira vez em que o futebol ao vivo foi transmitido ao lado de um feed live de tweets, onde os espectadores tiveram a grande oportunidade de experiência completa de conteúdo e conversa na mesma tela.

youtubeYouTube

Assim como o Facebook, o vídeo segue em crescimento e gera amplas oportunidades de conversão. Uma estratégia muito usada no canal é a que faz uso de influenciadores. Na França, por exemplo, o Youtube e a L’Oreal lançaram a BeautyTube, aulas online de vlogging de beleza com formadores de opinião e promotores de beleza ou moda ajudando as marcas a aproveitar ao máximo a sua presença nas redes sociais em que atuam.

Os primeiros vídeos irão focar suas ações em redes de profissionais mais direcionados (Twitter por exemplo). Já os segundos, irão levar os espectadores dos vídeos para o Instagram ou Pinterest, transformando imagens em compras.

instagramInstagram

Para a felicidade geral dos empreendedores, a novidade é que essa rede deve anunciar em breve a possibilidade de inserir links em postagens. Até agora, somente o famoso “link na bio” é usado. Com isso, a união do poder visual com uma chamada para ações de compra será a combinação ideal. Fique ligado!

SnapChatSnapchat

O Snap, como é chamado por seus usuários, vai ser mais do que uma simples rede social. A equipe está reposicionando a marca como fabricante de câmeras e inovando para além do seu app principal. A ideia é apostar na diversificação para crescer, assim como o Facebook.

Pinterest

PinterestO social commerce deve crescer bastante em 2017, e a promessa é que o Pinterest vai bombar! Uma pesquisa da Kantar Millward Brown relatou que 96% dos visitantes da rede social de compartilhamento de fotos usam o site para planejar uma compra, e 87% realmente fizeram uma compra depois de ver algo desejado.

Na verdade, o Pinterest agora é um “catálogo de ideias”, em vez de uma rede social. A rede lançou muitos recursos para acomodar cada estágio do ciclo de compras do cliente. Desse modo, a capacidade do Pinterest de gerar vendas é um importante diferencial da plataforma. Em 2017 ele deve se tornar a nova plataforma do comércio social.

linkedinLinkedIn

Adquirido pela Microsoft, a rede lançou recentemente um aplicativo iOS independente chamado “Record”, que permite o usuário usar vídeos de 30 segundos para responder a tópicos direcionados e estabelecidos pela equipe editorial do LinkedIn, ou então iniciar o seu próprio tópico. No momento, esse recurso está disponível apenas para 500 influenciadores da rede, mas poderá ser ampliado em breve.

Quanta coisa nova, não é mesmo?

Com tantas mudanças aparecendo, nossa dica é estar sempre atualizado e adaptar o seu e-commerce ao que as novas mídias estão proporcionando. Ao conquistar a atenção do público, maior a chance de converter as suas vendas.

Redação do Portal WebGlobal

Deixe um comentário

Fale conosco

+55 51 3276-6485

+55 11 97670-5858

Envie um e-mail

Av. Dr. Nilo Peçanha, nº 1851, Conjunto 301 - Bairro Três Figueiras Porto Alegre, RS - Cep 91330-000

Veja no mapa

AxiomThemes © 2021. All rights reserved.