A pauta que aborda a atuação das mulheres no mercado de trabalho ganha força a cada ano que passa. Instituições públicas e privadas incentivam a conscientização dos brasileiros por meio de ações e campanhas sobre igualdade de gênero – movimentos que também contribuem para o fortalecimento da voz coletiva e individual feminina. 

Apesar da ampla discussão sobre o tema, o cenário atual demonstra um avanço lento. Um estudo recente aponta que menos de 1/3 dos cargos seniores em todo o mundo são ocupados por mulheres. Além disso, de acordo com o Fórum Econômico Mundial, as mulheres no mercado recebem apenas 63% do salários dos homens

Na contramão das estatísticas, profissionais mulheres estão conquistando posições jamais imaginadas há algumas décadas. E a matéria publicada pela Revista Forbes, no começo de março,  comprovou isso. O texto lista as 20 mulheres mais poderosas do Brasil atualmente e nomes como Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank; Adriana Barbosa, empreendedora social; Anitta, cantora, compositora e empresária; Carolina Ignarra, cofundadora da Talento Incluir; e Marcia Barbosa, doutora em física eleita para a Academia Mundial de Ciências foram citadas, mostrando uma ampla diversidade de carreiras, histórias e propósitos. 

Caminho em direção ao sucesso

As histórias de mulheres poderosas no Brasil e no mundo são, sem dúvidas, uma grande inspiração para quem está começando na área da tecnologia – ainda majoritariamente masculina -, no setor de e-commerce e/ou buscando empreender no segmento que for. O caminho até o sucesso não é fácil e exige conhecimento, é claro, mas principalmente, perseverança, paciência e força de vontade. 

Para a fundadora da Inncomun Marketing Digital, e diretora de Marketing da WebGlobal, Nalu Dorscheid, o maior desafio da sua carreira é perceber a diferença entre persistência e teimosia. “Até hoje eu tenho dúvida sobre isso. Um amigo um dia me disse: se o negócio tiver sucesso, tu foi persistente. Se não der certo, foi teimosia”, conta. 

Saber gerenciar as emoções também é um ponto importante nessa caminhada, afirma a diretora. Ela comenta que a rotina de trabalho gera uma espécie de “montanha russa de sentimento” e que, nesses momentos, é essencial se manter confiante e não desistir no primeiro obstáculo. “Sempre que a mulher opta por um segmento onde há poucas mulheres atuando eu vejo como uma oportunidade de destacar e de trilhar sua própria história. Por isso, sempre digo que não podemos nos ver como menores, mas como especiais. Isso faz toda a diferença”.

Com uma trajetória marcada por um espírito inovador e protagonista, Nalu passou por diversas experiências nas áreas do marketing e da administração até chegar ao ponto de montar o seu próprio negócio. Para ela, alcançar o sucesso é “poder olhar pra trás e ter orgulho do que construiu”. Até lá, é preciso ter em mente que o investimento de quem quer empreender não é apenas financeiro e envolve muita entrega e noites de sono.

Leia também: Foco no cliente: 5 dicas para adotar a cultura no seu e-commerce

“Seja de verdade. Essa é a maior dica que posso dar a quem está começando. Não adianta pensar ‘ah vou montar um negócio porque me disseram que dá dinheiro’. Se aquilo não é teu e não é o que faz sentido para ti, tu até poderás ganhar dinheiro, mas vai chegar um momento que isso apenas não irá bastar. Por isso, sugiro que tu busques algo que seja de verdade pra tu poder se orgulhar e dizer ‘fui eu que fiz’”. 

O cenário hoje…

  • Um levantamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT) apontou que empresas com mulheres no comando registraram maior lucro do que as lideradas por homens. 
  • Uma pesquisa da Women in Tech 2018 observou que as mulheres têm 33% mais predisposição para estudarem ciência da computação hoje do que as que nasceram até o meio dos anos 80.
  • No Brasil, as mulheres na tecnologia da informação representam apenas 20% dos profissionais da área. 

Se identificou? Conta pra gente nos comentários a tua história, teus sonhos e desafios! Trocando experiências, podemos tornar o sucesso das mulheres no mercado de trabalho uma realidade cada vez mais presente. Vamos juntas? 

Deixe um comentário

Fale conosco

+55 51 3276-6485

+55 11 97670-5858

Envie um e-mail

Av. Dr. Nilo Peçanha, nº 1851, Conjunto 301 - Bairro Três Figueiras Porto Alegre, RS - Cep 91330-000

Veja no mapa

AxiomThemes © 2020. All rights reserved.