Os últimos cinco anos foram promissores para o setor de e-commerce. Apenas no ano passado, o faturamento das cerca de 930 mil lojas virtuais do Brasil ultrapassou o marco de R$ 80 bilhões, conforme levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). A expectativa é que a expansão do setor se mantenha, chegando a um faturamento de R$ 160 bi em 2023.

Considerando esse cenário tão positivo, mais do que nunca, os profissionais da área precisam estar atentos. Neste momento, prever as movimentações do mercado e tomar decisões mais assertivas pode ser a garantia de sucesso do negócio. Para isso, selecionamos as principais tendências do e-commerce em 2020 para você iniciar o semestre preparado!

Mobile commerce em expansão

A aderência ao mobile vem crescendo desenfreadamente e superando o acesso à internet via desktop. Atualmente, cerca de 43% das compras são realizadas pelo celular, aponta estudo mais recente da Webshoppers, o que torna indispensável o investimento em um site responsivo, ou seja, adaptado para dispositivos móveis, como smartphones e tablets. 

Apostar na criação de um aplicativo também é uma ótima oportunidade de encantar os clientes. Sem contar que a taxa de conversão no app é 3x maior que no mobile web, segundo Análise do E-commerce no Mundo, realizada pela Criteo em 2018. 

Além disso, uma nova tecnologia está ganhando força e surge como uma alternativa para aqueles que ainda são resistentes aos apps: o Progressive Web Apps (PWA). Uma das grandes tendências do e-commerce em 2020, o PWA é uma metodologia de desenvolvimento de aplicações web que torna a navegação em páginas web semelhante a de aplicativos. O novo formato permite uma navegação mais ágil, fácil, leve e com baixo consumo de internet, pois as informações são apresentadas à medida que o site carrega.

Leia também: Mobile commerce: seu negócio está preparado?

e-commerce em 2020

Chatbots como diferencial

O investimento em chatbots é um assunto que gera bastante dúvida: é ou não vantajoso apostar em um robô para atender os clientes. Afinal, quanto mais personalizado for o atendimento, mais o consumidor se sentirá valorizado. Por isso, nesse caso, a tecnologia pode ser uma grande aliada para automatizar o atendimento em situações estratégicas e dúvidas pontuais, garantindo mais eficiência nos retornos. 

Por exemplo, muitas perguntas de usuários precisam ser respondidas com máxima rapidez e precisão para que ele não abandone a compra. Nesses momentos, um chatbot ou até mesmo uma página de  FAQ (Frequently Asked Questions) pode fazer toda a diferença. 

Omnichannel segue em alta

O conceito de omnichannel já bastante antigo, mas segue sendo uma tendência no mercado de e-commerce em 2020. Além de que, hoje, é praticamente uma obrigação dos lojistas. Nem sempre é possível uma loja oferecer um espaço de vendas virtual e físico, mas é preciso admitir que as lojas não podem mais fugir do universo digital.  

Por isso, aposte na integração entre todos os canais de comunicação do seu e-commerce, voltando o seu olhar para o todo e com uma única finalidade: aumentar as vendas para a marca e não para o canal (loja física, loja online, redes sociais e aplicativos).

Personalização é a chave

Como já citamos aqui, o cliente quer se sentir importante e saber que a marca conhece seus gostos e desejos. Mas como fazer isso? Nessa etapa, todo detalhe importa e pode interferir diretamente na satisfação do consumidor.

Oferecer a opção de comprar pela internet e retirar na loja, por exemplo, é um diferencial. Criar anúncios personalizados e automatizados também é uma estratégia eficaz, já que essas mídias utilizam informações sobre contexto disponíveis para adaptar as imagens e o call to action do anúncio de forma dinâmica.

Para isso, obter um conhecimento consistente e profundo sobre suas personas é essencial. E a análise de dados é o caminho mais assertivo para alcançar insights inteligentes sobre o seu público. 

Boom dos marketplaces

Variedade de produtos e confiabilidade: essas são as principais características que tornam os marketplaces tão bem quistos pelos clientes. Desde o boom dessa plataforma, as lojas da Amazon, Americanas, Submarino e Magalu não pararam de crescer.

A tendência para o setor de e-commerce em 2020 é que esses shoppings virtuais continuem em expansão ampliando as vendas e o faturamento – o que torna essa proposta ainda mais atrativa às lojas de grande, médio e pequeno porte.  

Leia também: Marketplace é escolha de 95% dos compradores online, aponta pesquisa

Deixe um comentário

Fale conosco

+55 51 3276-6485

+55 11 97670-5858

Envie um e-mail

Av. Dr. Nilo Peçanha, nº 1851, Conjunto 301 - Bairro Três Figueiras Porto Alegre, RS - Cep 91330-000

Veja no mapa

AxiomThemes © 2020. All rights reserved.