como-definir-sistema-de-pagamento

Na hora de montar o seu negócio, uma das principais atividades nessa empreitada é definir os meios de pagamento que serão disponibilizados aos futuros clientes.

Nesse momento, é necessário fazer uma análise sobre as melhores soluções para facilitar a vida do consumidor, mas também sem ignorar o impacto financeiro que pode ser gerado ao adotar determinadas plataformas. Por isso, no post de hoje, apresentaremos as opções de sistema de pagamento do mercado online para a sua loja. Mas antes, veja um pouquinho mais sobre a funcionalidade do tema que estamos tratando.

Função e importância do sistema de pagamento

Definir o sistema de pagamento adequado exige um cuidado muito maior do que geralmente pensamos, pois envolve e influencia diretamente no seu e-commerce. Dentro de uma loja virtual, é essa a solução responsável pelo faturamento das vendas e por gerenciar de maneira segura as formas utilizadas para público realizar o pagamento, seja por cartões de crédito, boletos, débito online, transferência eletrônica, entre outros.

Indo mais além, isso pode promover as conversões e também a experiência do usuário, ajudando no relacionamento com cliente e impactando suas vendas. Falando em consumidor, ao mesmo tempo em que é primordial conhecer o perfil do público-alvo para tomar uma decisão adequada sobre os recursos a se oferecer, é fundamental prever um fluxo de caixa sobre a loja, considerando que nem sempre o repasse dos gastos para sua conta acontece de maneira imediata.

Por causa disso, ao analisar as melhores soluções para a sua loja, é extremamente importante avaliá-las sob uma perspectiva estratégica para contratar o serviço.

Opções de sistema de pagamento para e-commerce

Com o crescimento ano após ano do mercado online, hoje existem diversas alternativas de meios de pagamento para suprir a necessidade de cada empresa que vende pela internet. Confira agora como funciona cada uma e também algumas dicas para escolher o sistema de pagamento certo para o seu negócio:

Intermediadores de pagamentos

Os intermediadores são basicamente empresas que “terceirizam” o pagamento pelos produtos e serviços vendidos na sua loja,sendo uma boa opção para quem está começando ou quem tem um pequeno negócio. Para ilustrar melhor, funciona assim:

intermediadores de pagamento

Vantagens de utilizar intermediadores de pagamento

• Oferece diferentes formas de pagamento para seu cliente – serão muitas bandeiras de cartões, boleto, débito em conta de diversos bancos – universalizando seu e-commerce.
• Na maioria dos intermediadores você encontra um único painel de controle que disponibiliza todas as informações sobre sua conta, possibilitando a transferência dos valores recebidos pelas vendas.
• O intermediador é quem fica responsável pela análise antifraude e também presta o atendimento caso existir algum problema no processo de compra do cliente.
• Os consumidores que já estão acostumados com esses intermediadores podem se sentir mais confiantes ao realizar a compra.

Desvantagens de utilizar intermediadores de pagamento

• Quem estiver comprando vai sair da sua loja quando entrar na página do intermediador. O consumidor pode se assustar por não conhecer o sistema e acabar abandonando a o carrinho de compras.
• O fato do novo cliente ter que fazer um cadastro para utilizar o intermediador pode atrasar o processo, sendo uma probabilidade também de abandono da compra.
• É cobrada uma porcentagem por transação pelo intermediador, e em alguns casos também pode haver uma cobrança fixa para cada venda. Há diferenças nas taxas para vendas por boletos bancários e cartão de crédito, podendo variar entre 2 e 8%.
• Se o cliente parcelar e você optar por receber o valor à vista, as taxas podem superar o dobro daquelas cobradas nas transações.

Se você está começando ou seu se e-commerce ainda não tem um grande fluxo de vendas, o intermediador de pagamento é indicado, até porque a adesão geralmente é gratuita, mas é preciso colocar tudo na ponta do lápis e analisar o mercado. A seguir, veja algumas dicas para saber como proceder.

Como escolher intermediadores de pagamento

• Verifique as tarifas cobradas e veja se elas permanecerão iguais no futuro.
• Confira se existe opção de suporte em português.
• Informe-se sobre quantas transações o intermediador é capaz de fazer por segundo, para você não ter problemas quando houver muitos acessos.
• Analise as projeções reais de vendas e saiba o quanto de taxa será paga ao intermediador. A partir disso faça um estudo para ver se não compensa investir em outras possibilidades, como a próxima alternativa a ser apresentada (gateway).

Gateways de pagamento

Os gateways de pagamento atuam como as máquinas de cartão utilizadas no varejo online. Eles funcionam da seguinte forma:

gateways de pagamento

Vantagens de utilizar gateways de pagamento

• Maior gerenciamento sobre as transações realizadas na sua loja online, proporcionando um domínio maior sobre a área financeira de seu negócio.
• Ao contrário do que acontece nos intermediadores, o consumidor permanece em seu site e não precisa realizar um cadastro em outra plataforma, o que poderia fazer ele abandonar o carrinho.
• Os bancos são capazes de adiantar o valor a receber das adquirentes, o que possibilta maiores investimentos em seu negócio.
• Você mesmo fará o controle contra fraudes, o que pode ser visto como um benefício por evitar a perda de vendas.

Desvantagens de utilizar gateways de pagamento

• Será preciso se cadastrar em bancos e operadoras de cartão para receber o dinheiro, e isso pode ser um processo mais lento se você tem pressa.
• Gateways de pagamento possuem suas tarifas, que geralmente são alguns centavos por vendas, e os bancos e operadoras de cartão também. Tenha em mente que você pagará essas duas tarifas.
• A análise antifraude feita pela sua loja terá custos, portanto, considere esse extra.
• Gateways possuem taxa de ativação. Em alguns casos, essas taxas fixas são mensais ou anuais.

Caso o seu e-commerce possua um bom fluxo de vendas, os gateways de pagamento são uma boa indicação, pois o controle de todas as vendas será completo. Sua loja não irá perder vendas por saldo no cartão ou pela análise dos riscos de fraude feita por um intermediador. Se optar por isso, veja como prosseguir.

Como escolher gateway de pagamento

• Verifique se a sua plataforma de e-commerce é compatível com o gateway de pagamento que você escolher.
• Confira a tarifa que os bancos e operadoras de cartões cobram; e também quanto é cobrado pelo gateway. Considere esses valores para ver o custo real que terá sobre vendas, levando em conta também as taxas mensais e anuais, além da taxa de ativação.
• Analise também o número de visitantes esperados mensalmente e as transações a serem realizadas no seu e-commerce. Com esses dados, faça as contas segundo as tarifas cobradas pelos gateways de pagamento. Se você não quer pagar essas tarifas de gateway, existe a opção de descartar a ideia e fazer contato diretamente com as operadoras de cartões, também conhecidas como adquirentes, como veremos abaixo.

Integração direta com a adquirente

Na integração direta com a adquirente não existe intermediador. Resumindo, você só terá a taxa administrativa das adquirentes de pagamento. Na prática é assim:

interação direta com adquirente

• O cliente interessado acessa sua loja e coloca um produto no carrinho.
• Ao efetuar a compra, a realização do pagamento será direto pelo e-commerce, que irá verificar se o cartão selecionado possui saldo para confirmar a compra.

Vantagens de utilizar integração direta com adquirente

• O consumidor não sai de seu site para realizar o pagamento, ampliando as chances de conversão.
• Você não gasta com um intermediador, reduzindo seus custos.
• Assim como nos gateways, os bancos são capazes de adiantar o valor que você tem a receber das adquirentes.
• Você tem a chance de negociar a tarifação realizada sobre as compras diretamente com as adquirentes.

Desvantagens de utilizar integração direta com adquirente

• Embora não haja gasto com intermediador, o custo operacional e de implantação podem ser alto, pois é preciso manter terceiros para gerenciar a tecnologia.
• Como seu site precisa fazer contato com os sistemas de cartão de crédito, é necessário investir em segurança e estar dentro das normas do PCI.
• Além disso, você precisará também de uma equipe técnica responsável por implantar o sistema e dar suporte.

Resumindo, se você tiver tempo e dinheiro para investir nessa forma de pagamento direto, os custos operacionais das outras duas opções citadas anteriormente – gateway e intermediador – serão excluídos, e sua única taxa a ser paga será a das administradoras de cartão. Se essa for sua preferência, preste atenção no que vem a seguir.

Como escolher integração direta com adquirente

• Garanta que você possui dinheiro suficiente para apostar nesse investimento.
• Verifique se a adquirente possui suporte técnico – uma equipe especializada responsável por atender essa demanda.
• Assim como nos outros casos, certifique-se através de uma análise de que você possui vendas o suficiente para conseguir fazer bons negócios com as empresas adquirentes. Isso quer dizer que, se você tem números significativos de vendas, poderá negociar de maneira mais efetiva as tarifas cobradas pelas vendas realizadas.
• Veja se você consegue montar uma estrutura de segurança ideal para implantar esse sistema de pagamento, cumprindo os requisitos básicos do PCI.

É importante ressaltar ainda que a escolha pela integração direta com os adquirentes não é o mais aconselhável para pequenos negócios. Mas se o seu e-commerce cresceu e conseguiu estabilidade, essa é uma ótima opção, pois ele estará sobre o seu total domínio e as informações sobre seus clientes ficarão restritas a você. Isso vale muito considerando que você faz parte de um mercado cada dia mais competitivo. Afinal, dados sobre o comportamento do cliente estão cada vez mais preciosos.

Agora que você viu que cada uma dessas alternativas é bem pontual e que a escolha correta varia de negócio para negócio, considere bem cada informação que fornecemos para você. Ao escolher o melhor sistema de pagamento para sua loja online, você estará atingindo também seus clientes, portanto, pense bem nisso!

Ficou com alguma dúvida? Compartilhe com a gente através de um comentário para podermos ajudá-lo.

Redação do Portal WebGlobal

Deixe um comentário

Fale conosco

+55 51 3276-6485

+55 11 97670-5858

Envie um e-mail

Av. Dr. Nilo Peçanha, nº 1851, Conjunto 301 - Bairro Três Figueiras Porto Alegre, RS - Cep 91330-000

Veja no mapa

AxiomThemes © 2021. All rights reserved.